09/05/2022

Abertas as inscrições para a edição 2022 do Prêmio Marcos Moraes de Pesquisa e Inovação para o Controle do Câncer

A Fundação do Câncer acaba de abrir as inscrições para a segunda edição

A Fundação do Câncer acaba de abrir as inscrições para a segunda edição do Prêmio Marcos Moraes de Pesquisa e Inovação para o Controle do Câncer. As candidaturas devem ser feitas por meio de inscrição no site https://premiomarcosmoraes.com.br/, com preenchimento dos dados cadastrais do candidato responsável e a categoria pretendida: Promoção da Saúde e Prevenção do Câncer, Cuidados Paliativos e Iniciativas para o Controle do Câncer. Todas as demais informações estão disponíveis no regulamento publicado na página da premiação.

O Prêmio Marcos Moraes é um reconhecimento ao trabalho de pessoas, instituições científicas, hospitalares ou do Terceiro Setor que desenvolvem pesquisas, ações de promoção da saúde e prevenção do câncer, diagnóstico, tratamento e desenvolvem trabalhos em cuidados paliativos. As inscrições para a premiação são gratuitas e podem ser feitas até 22 de maio.

A visão dos organizadores

Para o diretor-executivo da Fundação do Câncer, Luiz Augusto Maltoni, esta edição é mais uma oportunidade para promover o intercâmbio entre os que trabalham pelo controle da doença e reconhecer os seus esforços. “Temos muito a celebrar. Esse Prêmio foi criado em meio a uma pandemia. E hoje representa a consolidação de um trabalho construído através dos ensinamentos deixados pelo médico Marcos Moraes, nosso homenageado”, comemora Maltoni.

“Esperamos uma grande diversidade de trabalhos nesta edição do Prêmio, que se consolida como uma referência nacional de reconhecimento e premiação para as ações inovadoras em controle do câncer”, destacou Alfredo Scaff, médico epidemiologista consultor da Fundação do Câncer e coordenador da premiação.

O Prêmio Marcos Moraes de Pesquisa e Inovação para o Controle do Câncer é promovido pela Fundação do Câncer e tem o apoio do Instituto Oncoclínicas.

Quem foi Marcos Moraes

O médico alagoano Marcos Fernando de Oliveira Moraes, nascido no município de Palmeira dos Índios (AL), foi diretor do Instituto Nacional de Câncer (INCA) e idealizador da Fundação do Câncer, sendo presidente do Conselho Curador desde a sua criação. Foi presidente da Academia Nacional de Medicina e estimulou os projetos da Fundação do Câncer até seu falecimento. Moraes formou-se em 1963 em Medicina na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e em cirurgia oncológica na Universidade de Illinois (EUA). Tornou-se referência e participou de publicações e comissões na Ciência mundial. Foi representante oficial do Brasil na Organização Mundial de Saúde (OMS) quando o INCA passou a representante oficial do Brasil na Organização Mundial de Saúde (OMS) para o Programa Tabaco ou Saúde, tendo contribuído para a expressiva evolução da cessação do tabagismo no Brasil com a queda do percentual de fumantes. Além disso, valorizou e apoiou ações em Cuidados Paliativos.

 




  • BannerLateral_codigo_etica
  • e-dimensionamento-207x117