- Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro - http://rj.corens.portalcofen.gov.br -

Coren-RJ em ação contra a pandemia da COVID-19

[1]

Diante da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), o Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro – Coren-RJ – tomou uma série de medidas. Entre outras, criou um Comitê de Crise para acompanhamento e orientação de profissionais nos serviços de saúde. Diariamente, essa equipe visita hospitais e demais locais de atendimento na capital e no interior.

Somente na última semana, fiscais, conselheiros, Presidência e Diretoria do Coren-RJ estiveram nos hospitais Alberto Torres (São Gonçalo), CER Barra, Samaritano Botafogo, Instituto Fernandes Figueira, Hospital Universitário Pedro Ernesto, Hospital Municipal Miguel Couto, Hospital Federal Cardoso Fontes, Clínica Mater Dei (Rio das Ostras), CMS Belizário Penna, Hospital Municipal Rocha Faria, Hospital Santa Izabel (Cabo Frio), Hospital Municipal de Macaé, Hospital Ronaldo Gazolla, UPA Lagomar, Hospital Ana Moreira, Hospital Rio Laranjeiras, dentre outras apurações remotas.

– São mais de cinco mil instituições de saúde em todo o estado. Então, estamos priorizando os serviços que mais temos reclamações e denúncias pelos nossos canais da Fiscalização e Ouvidoria” – ressalta a gerente do Departamento de Fiscalização (DEFIS), enfermeira Danielle Bartoly.

A maioria dos registros de denúncia referem-se à falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Para o devido registro e providências cabíveis, as denúncias devem ser encaminhadas para a Ouvidoria do Coren-RJ (http://ouvidoria.cofen.gov.br/coren-rj [2]) ou e-mail (fiscalizacao@coren-rj.org.br)

Destaca-se que o Coren-RJ já solicitou o pronunciamento das Secretarias Estadual, Municipal e Nerj, no que se refere ao provimento de recursos e mão de obra nos serviços de saúde. Além disso, encontra-se em parceria com a 3ª Promotoria de Justiça e Tutela Coletiva, do núcleo de Cabo Frio, na fiscalização do cumprimento da Recomendação n º 02/2020.

Outra importante medida foi a solicitação de ingresso como amicus curiae na Ação Civil Pública ajuizada pela Defensoria Pública da União, Processo nº 5017491-62.2020.4.0251015.

Todas as irregularidades estão sendo tratadas e enviadas ao Ministério Público do Trabalho (MPT) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA.

Estamos unidos com a categoria para prestação de um serviço de qualidade à população e seguro aos profissionais de enfermagem