08/11/2022

Coren-RJ faz desagravo público à enfermeira agredida verbalmente, em Itatiaia

  Na segunda-feira (07/11), o Conselho Regional de Enfermagem do

 

A diretora Cristiane Bernardo com a enfermeira desagravada

Na segunda-feira (07/11), o Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro realizou mais um Ato de Desagravo Público a uma enfermeira que foi atingida por violência verbal, durante o seu exercício profissional, por um médico, no Hospital Municipal de Itatiaia.  O ato foi em favor da enfermeira Elizabeth Rocha O. Ribeiro, agredida  verbalmente e empurrada pelo médico  anestesiolista  Cássio Heringer Arbex.

Na cerimônia, no mesmo hospital onde o fato ocorreu,  o médico Cássio Heringer Arbex adentrou a solenidade, interrompendo a diretora do Coren-RJ e relatora do desagravo, Cristiane Bernardo,  ameaçando processar a autarquia se continuasse com o ato e desse publicidade. Imediatamente, o médico foi informado que o Ato de Desagravo Público é uma prerrogativa do Conselho, através da Resolução Cofen 433/2012.

Após a interrupção arrogante e invasiva, foi retomada a cerimônia, com a entrega da nota à enfermeira. As autoridades presentes do município foram notificadas sobre o abuso do médico de plantão, que deixou a sua função para desrespeitar uma trabalhadora da enfermagem, significando atingir toda uma classe que exercendo sua profissão sob a Lei 7498/1986 do exercício profissional da Enfermagem, que assegura o exercício profissional livre de danos ou interferência de qualquer outra categoria.




  • BannerLateral_codigo_etica
  • e-dimensionamento-207x117