23/07/2020

Coren-RJ reúne-se com novos gestores do Hospital de Saracuruna

    Com o objetivo de assegurar a continuidade da

 

 

Com o objetivo de assegurar a continuidade da assistência segura, ética e legal, e também para socializar ações gerenciais necessárias com vistas à garantia desta e pautadas nestes princípios, o Coren-RJ, realizou na manhã desta quinta-feira (23/07) uma visita ao Hospital Municipal Adão Pereira Nunes (Saracuruna), em Duque de Caxias. No encontro, a vice-presidente Ana Teresa Ferreira de Souza, ao lado da diretora da autarquia, Eliane Soares de Araújo, orientaram os gestores de saúde e do serviço de enfermagem a contingenciar a assistência, diante de possíveis movimentos em conformidade com os direitos trabalhistas. Ana Teresa também advertiu que as condições dignas do exercício profissional e a remuneração conforme prestação dos trabalhos, deverão ser obrigatoriamente respeitadas.

Na ocasião, a vice-presidente e a diretora do Coren-RJ reuniram-se com a diretoria-geral do hospital, mais o subsecretário de Saúde do município de Duque de Caxias, Sergio Luis de Oliveira Guedes, e a nova enfermeira responsável técnica da unidade. Entre as informações apuradas pelas emissárias do Coren-RJ, os gestores afirmaram que a verba para pagamento dos trabalhadores havia sido mantida graças ao sequestro das contas da antiga empresa IABAS, que geria a unidade. Na pauta, também foi colocado o vínculo trabalhista dos profissionais de enfermagem da unidade, agora sob a gestão da Secretaria de Saúde de Duque de Caxias, através de um acordo de cooperação estabelecido com o governo do estado do Rio de Janeiro.

“ Tivemos informações que os enfermeiros terão uma escala de trabalho e dimensionamento adequado e em conformidade legal. Contudo, as equipes de auxiliares e técnicos passariam para escala de 12×36, atualmente praticada pela gestão do município. Orientamos a enfermeira RT a oficiar ao Coren-RJ o plano de contingência da assistência diante deste momento de transição. Também ficou acordado um encontro com toda a categoria da unidade, na próxima semana”, informou a vice-presidente do Conselho.

A diretora da autarquia Eliane Soares adiantou ainda que o Coren-RJ irá buscar medidas junto à Secretaria Municipal de Saúde de Duque de Caxias, a fim de assegurar os direitos éticos e trabalhistas dos técnicos de enfermagem, sem a exposição destes profissionais a escalas e condições de trabalho abusivas e insalubres. “Vamos interferir e cobrar para assegurar a eficiência do cuidado de enfermagem à sociedade local, e a integridade física e psicológica destes trabalhadores, essenciais à assistência”, finalizou.




  • BannerLateral_codigo_etica
  • e-dimensionamento-207x117